quarta-feira, 23 de abril de 2008

NOTÍCIAS DO LITORAL

Nós aqui também sentimos ontem o tremor de terra.
Foi apenas por alguns segundos, mas foi visível, tudo balançou. Não foi só maracanã, não.
E eu juro, o Valter nada teve a ver com isso. Não dessa vez.
Estávamos na sala, eu deitada num dos sofás, assistindo televisão. O bem e o Érickinho, num outro sofá, e esse estava atrás de mim. Entre os dois, tenho um barzinho, que é uma cantoneira. Ele ao se agitar, batia em outras coisas, e eu logo, muito injusta, briguei com o Érickinho.
Achei que ele estava batendo com força com os pés no barzinho.
Já disse: "Preciso mandar parar, Érick?", e ele: "Não estou fazendo nada". Foi aí que perecebemos o que estava acontecendo.
O sofá em que estávamos deitados tremia todo.
Mas foi bem rápido.
Não sei a seriedade do assunto, se é que existe seriedade. Confesso que não tive medo.
Está tudo bem agora.

UP DATE: Vejam que interessante essas explicações que minha querida astrônoma de plantão me passou com link e tudo.
Obrigada Lyz, valeu ver a figura.

Pois eh Aninha. Minha avo tambem levou o maior susto :)

No chile sempre tinha desses tremores de terra e normalmente nao eh nada serio. Tudo depende do grau ne ? Os de graus muito elevados, acima de 6, aqueles que derrubam casas etc sao muito raros de acontecer e geralmente acontece aonde ha ruptura das placas tectonicas. O Brasil fica bem no meio de uma placa e bem longe das divisoes, portanto, pelo o que tudo indica, estamos de certa forma livres de ter algo definitivo e muito serio.

http://almez.pntic.mec.es/~jrem0000/dpbg/1bch/tema2/placas-tectonicas.jpg


Veja nessa figura nesse link. As placas sao mostradas com linhas azuis. Os lugares mais perigosos sao os proximos a essas rupturas.

beijos
Lys

23 de Abril de 2008 13:08


10 comentários:

Eduardo P.L. disse...

Vim ver se tinha sido o TERREMOTO que havia feito o casal SUMIR do Varal há dias....

Que bom que esta tudo OK.

Bjs e abraços, e a culpa de tudo é do meu amigo Erickinho!....

Simone corpomente e artes disse...

Oi,
aqui em casa, em São Paulo ,tb. senti o tremor e ouvi um barulho tomei um susto,mas nem de longe pensei q fosse terrremoto.
Já estou de blog novo qdo puder me visite. http://mudando.wordpress.com
bjs. Simone

disse...

Minha querida como vai? aqui também minha filha e eu as duas nos seus computadores ..de repente tudo tremeu os clips de papel em cima do pratinho pareciam dançar ...
foi um susto pois estamos em apartamento... mas foi tão rápido que não deu para ter mêdo..esperemos que pare por aí....Afinal pelo menos isto não temos aqui nesta nossa santa terrinha já tão aflita com outros problemas..não é ...? Muitos beijos
P.S Estou juntando os livros na semana que veem já devo mandar alguma coisa .. + bj

universodesconexo disse...

Pois eh Aninha. Minha avo tambem levou o maior susto :)

No chile sempre tinha desses tremores de terra e normalmente nao eh nada serio. Tudo depende do grau ne ? Os de graus muito elevados, acima de 6, aqueles que derrubam casas etc sao muito raros de acontecer e geralmente acontece aonde ha ruptura das placas tectonicas. O Brasil fica bem no meio de uma placa e bem longe das divisoes, portanto, pelo o que tudo indica, estamos de certa forma livres de ter algo definitivo e muito serio.

http://almez.pntic.mec.es/~jrem0000/dpbg/1bch/tema2/placas-tectonicas.jpg

Veja nessa figura nesse link. As placas sao mostradas com linhas azuis. Os lugares mais perigosos sao os proximos a essas rupturas.

beijos
Lys

Isabel-F. disse...

é um susto valente que se apanha ...

eu sei pois já me aconteceu aqui por três vezes ...


felizmente que ai no Brasil não houve vitimas ...


beijinhos

Adelino disse...

Ana, eu tive duas experiências, uma de longe e outra de perto... A de perto foi nos idos de 1960 por aí. Eu tinha chegado da rua e me recostei na cabeceira da cama para ler um pouco. De repente ouvi um estrondo ao longe semelhante a um trovão, e eu pensei ter tido uma tonteira passageira. Olhei pela janela. Nada de anormal. No dia seguinte, uma manchete no jornal dependurado na banca: TERREMOTO NO RIO! Pela hora notei que era isso mesmo.
A segunda, nós morávamos em Belém-PA, e estávamos de férias no Rio, final de ano. Aconteceu um tremor naquela cidade. Quando rgressamos de férias, a árvore de Natal estava tombada no chão da sala.

Teve os exageros. Um taxista local me contou que chegou a cair da rede... Difícil, não?
Um beijo. E que não volte a ocorrer tremores por aí.

Cristiane disse...

Aninha querida,
Tudo bem?
Desejo que sim, com todos vocês!
Aqui não sentimos o tremor, mas no litoral, Angra dos Reis, que é bem perto daqui, a Usina Nuclear registrou o mesmo, li no jornal hoje.
Mas vim, em especial para convidar vocês para comemorar conosco o aniversário de 01 ano do Fragmentos de Mim, conto com vocês lá tá?
Daqui a pouco vou publicar um lindo presente que ganhei, rs...
Bjinho, Cris

Elis disse...

Aninha,tá surpresa?Hehehehehehehe.Não é só aí q teve esse tremorzinho,não!Aqui onde eu moro - uns dias antes de acontecer o tremor ai - aconteceu aqui de madrugada.Eu mesma nao vi e nem senti nada pq tava dormindo,mas o maridex me contou de manha cedo.Foi super rápido tb.
Ah,e depois de tanto tempo eu acho que to voltando a blogar...vamos ver!!
Mas,é bom voltar aqui no blog!

Odele Souza disse...

Olá Aninha,

Vim agradecer pelo comentário deixado no post de Isabel Filipe, sobre meu texto ilustrado pela linda imagem dela.

Sobre o terremoto, aqui em São Paulo, muitas pessoas ficaram assustadas. Felizmente o tremor foi de pequenas proporções e não causou maiores estragos.

Um abraço

adelaide amorim disse...

Só imagino o que deve ser um tremor mais forte, a sensação de insegurança total com a terra tremendo debaixo dos pés e tudo caindo em volta. Já houve um, rápido e fraco, aqui no Rio, lembro dele. Só o susto foi grande, ainda bem. Esse o Erickinho não esquece nunca mais :)
Beijos pra vocês.