domingo, 31 de maio de 2009

GRANDES ÍDOLOS!

Todos nós temos nossos ídolos. Seja no esporte, na música, na família, na escola, enfim, encontramos pessoas, que despertam nossa atenção, que nos fazem ouvir o que dizem, com uma enorme admiração.

Eu, claro, também tenho os meus.
Dentre eles, e para falar apenas no âmbito do nosso pequeno mundo blogueiro, entre outras pessoas, tenho duas que destaco acima de tudo.

São duas pessoas que me fazem colocar as duas mãos no queixo, e ouvir. Quando as leio, sempre tenho a impressão de que as estou ouvindo.

Uma, nem é blogueira, mas a conhecemos através e por causa deles. A querida Vivina Assis Viana, ela escreve com a alma, é uma delícia ler o que essa mulher fantástica escreve, para todos nós que somos crianças.

A outra, Janaína Amado.
Os textos da Janaína são de fazer você entrar na história, se sentir parte da mesma, ser mais um personagem.

No dia 25/05, ela fez um post que fez parte da blogagem coletiva "Em defesa da Infância", que me deixou como sempre fico, estática. Leio e releio e não me canso.
Vocês podem conferir aqui um trecho, e continuar a leitura, que tenho certeza vão gostar porque o texto é perfeito. Fala por todos nós.


Não eram lembranças. Não havia nomes, personagens, enredos, histórias, nada que ela pudesse identificar.
Eram lampejos. Raios que irrompiam de repente em sua vida, dentro da escola, no banho, lavando louça, no trabalho, onde estivesse surgiam e sumiam aqueles clarões, estilhaços, sem que ela soubesse que coisas eram.
Aconteceu assim durante anos, desde pequena, vida afora. Como pesadelos se repetiam, tudo muito rápido mas tão intenso e verdadeiro e doloroso que não era possível fazer de conta que não existiam.
Achou que seriam defeitos dos seus olhos estrábicos.


Ainda bem que temos pessoas com tanta competência com as palavras como você Janaína e a nossa querida Vivina.
Um beijo às duas

E hoje já temos texto novo por .


UP DATE: 01/06
Há alguns anos, Miriam trouxe ao mundo Maristela, ou simplesmente Mari, como a chamamos.
Uma menina linda, carinhosa, inteligente, que se tornou uma mulher dedicada, competente, continua linda, meiga e carinhosa.
Meu filho a escolheu para ser a nossa nora. Nós a escolhemos para ser mais uma filha nossa.
Mari, feliz aniversário!
Que Deus continue abençoando você, te fazendo feliz, para que você possa continuar fazendo meu filho feliz, e em consequência disso, todos nós felizes.
Muita luz, muita alegria e muito amor em sua vida.
Um beijo especial meu, do pai, Pablo, Camila e Alessandro, Érickinho, e claro, do Tiago.

9 comentários:

Janaina Amado disse...

Minha querida Aninha, vim aqui por causa do seu recado lá no blog, e agora... agora... quem está estática sou eu! Muito obrigada, viu? Você nem imagina o estímulo que suas palavras representam para mim - obrigada, menina! E boa semana!

Conceição Duarte disse...

Aninha, você é uma querida, sabia? E eu andao em falta com você, só to dando mancada! Mas muito obrigada por ter passado por lá, e a vida corrida, e a noite adentro... as vezes me perco onde estou e pra onde vou aqui na net.... E passa, passa, me perdoe. Um beijo, mas meu pensamento , sempre tem vc dentro dele.

boa semana, bjus CON

Anônimo disse...

Aninha, Aninha,

Mais uma vez, você me emociona pra valer!
Tudo o que queremos ouvir, seja qual for nosssa profissão, é que a exercemos direitinho...
Como escrevo, sonho ser lida. E se meu leitor se revela uma pessoa especial, sensível e atenta, meu trabalho cresce, sabe como?
Você é uma leitora especial, sensível, atenta, e os livros que você afirma que escrevi, não escrevi! Não do jeito que você diz, Aninha.
Sua generosidade os torna maiores do que são.

É verdade que, ao escrever, procuro e preciso respeitar e homenagear o leitor, oferecendo-lhe o melhor de mim.
Escrever dá trabalho, e não poderia ser diferente. Mas meus livros são simples, pedaços do dia a dia, retalhos da vida diária, de fatos corriqueiros. Nada além disso.

No entanto, se você acha que eles são deslumbrantes, aceito, honradíssima, todas as suas palavras. Cada uma delas me deixa muito feliz, e poderia ser de outra forma???

Muito obrigada por tudo, e beijos carinhosos pra você e pra todos os seus.

A amiga que te admira muito

Vivina.

valter disse...

More,
a Vivina além de tudo o que vc fala no post é muito modesta, tímida e sensível demais da conta. Daí o comentário dela.
Assino embaixo tudo o que vc falou. Ela mora em meu coração, voce sabe.
Beijo as duas

Georgia disse...

Aninha, a Vivina eu nao conheco, às vezes tenho visto algumas fotos que ela envia para o Varal de Idéias. Mas a Janaína, escreve com a alma. Uma mulher inteligente. Recebi dela dois livros que ela escreveu e fiquei simplesmente fascinada.

Parabéns pelas homenageadas.

Uma linda semana prá vc e sua família.

Bjus

Anônimo disse...

Valter, Valter,

nunca duvidei de que você e Aninha formavam um casal unido, amigo, cúmplice. Só não imaginei que a cumplicidade chegasse a tanto!
Você também é um exagerado!!! Sou tudo isso não, meu amigo.
Sou, sim, muito ligada a vocês afetivamente. E quero continuar sendo, vocês me fazem bem, muito.

Beijos comovidos

Vivina.

. fina flor . disse...

vou lá conhecer a moça ;o)

beijos e bom fim de semana, querida flor

MM.

Anônimo disse...

Ana obrigada por existir, pessoas assim como você aliviam a tristeza dos deprimidos e nos dá esperança de que o mundo ainda tem jeito! Ana, tomara que existam milhões de anas assim parecidas com você no mundo! E tomara que as pessoas que você educou e ainda está educando sigam o seu exemplo para que o mundo vá pra frente! Ainda há esperança para a humanidade e para o meu filhinho de um ano e 10 meses! Obrigada muitíssimo por existir, te amo Ana!

xaxeila

Janaina Amado disse...

Aninha, estou passando aqui para lhe contar que vários de seus amigos foram me visitar, e eu fiquei alegre e honrada com a visita de todos eles. Um grande beijo agradecido a você, e uma ótima semana, viu?